Homens estão abandonando a pornografia

A capa de uma revista Times de 2016 explica porque homens jovens que cresceram com pornô de internet estão se tornando defensores de desligá-lo. Homens estão desenvolvendo problemas durante o sexo com parceiras: libido anormalmente baixa, dificuldade de chegar ao clímax e disfunção erétil (DE).

Desde o advento de sites pornôs em 2006, disfunções sexuais em homens abaixo dos 40 anos, subiu de menos de 3% para aproximadamente 30%.

Como pesquisadores sabem que a culpa é do pornô?

Mais de 10 estudos encontraram associações entre o pornô e disfunções sexuais. Pesquisadores da universidade de Cambridge sugerem que a novidade interminável do pornô atual parece aumentar o tédio, levando a uma necessidade de aumento de estimulação extremo.

Como explicado pelo urologista Dr Tarek Pacha na Conferência de 2016 da Associação Americana de Urologistas, a causa do aumento da disfunção sexual atual não está abaixo do cinto, onde as drogas de aprimoramente sexual atuam; está no cérebro! Uso crônico de pornografia pode condicionar a visão de sexualidade a:

  • Estar sozinho,
  • Voyeurismo,
  • Contínua pesquisa e busca por novidade,
  • Choques e surpresas,
  • Fetiches de todos tipos imagináveis e inimagináveis.

O pornô da internet é diferente de um parceiro sexual, que não pode ser controlado com um mouse ou tela, e se baseia em: tocar, ser tocado, um ritmo e atividades que são mutuamente estabelecidas, brincadeiras, cheiros, conexões emocionais. Pornografia de internet mudando o cérebro não é pseudo-ciência, é neurociência.

Como o pornô atual te afetou? Descubra dando a ele um tempo de alguns meses.

Mensagem de Andre Doan, MD, PhD.

LEIA MAIS: 4 Dicas para aprender como vencer a pornografia e se consagrar a Deus