Quais os cuidados essenciais com um recém-nascido?

Chegou um novo integrante em sua família, o qual é pequenino e precisa de cuidados especiais? Saiba quais os cuidados essenciais com um recém-nascido, a fim de ter o conhecimento necessário para garantir o seu conforto, bem estar e desenvolvimento saudável.

Quando uma mulher descobre sua gravidez, a emoção de passar por este processo tão bonito, é grande, vem em mente todas as alegrias que esse bebê pode proporcionar, desde os seus primeiros meses até o dia que estará em seus braços.

No entanto, toda a magia desse momento fica registrada no ensaio gestante, porque depois que o nascimento acontece, há um novo processo pela frente, o qual exige cuidados especiais para o pequeno.

Confiram a seguir quais os cuidados essenciais com um recém-nascido:

Cuidados essenciais com um recém-nascido

Amamentação

A amamentação é a alimentação natural do recém-nascido. Além disso, traz benefícios à saúde da mãe e da criança, pois reduz o sangramento pós-parto, favorece a perda de peso e diminui doenças como osteoporose e câncer na mãe.

No bebê, diminui infecções como otite, gastroenterite e até câncer de infância. Os meninos que são bem amamentados, também têm benefícios na idade adulta, como menos obesidade, diminui o risco cardiovascular, doenças imunológicas e menos câncer de mama em meninas que tomarem leite materno.

O leite materno possui propriedades fundamentais para o desenvolvimento da criança, tanto no crescimento, quanto para o sistema imunológico. O bebê deve ser amamentado até pelo menos os 6 primeiros meses de vida, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), após esse período pode ser incluso outros alimentos pastosos e água.

Contato pele a pela

O contato da pele da mãe com a pele do pequeno, favorece o início da lactação, tranquiliza o recém-nascido e permite maior estabilidade cardíaca e respiratória. Tente colocá-lo no peito assim que ele nascer e mantenha-o nu no corpo o maior tempo possível, cobrindo-o com um cobertor.

As chupetas dificultam a amamentação

A chupeta pode prejudicar a amamentação, por isso não são recomendadas nessa fase, o mesmo serve para mamadeiras, as quais devem ser utilizadas somente em casos especiais. O ideal é não oferecer a chupeta para o bebê em seus primeiros meses de vida, e, se possível, em nenhuma fase, pois além da amamentação, pode prejudicar o desenvolvimento da dentição.

Durante a lactação, siga uma dieta variada e equilibrada

Não existem alimentos que ajudem a produzir leite, alimentos proibidos durante o período de lactação, entre outros. O essencial é manter uma dieta equilibrada e rica em vitaminas e minerais. Consulte a sua nutricionista.

Evite o consumo de álcool e cigarro

Substâncias tóxicas como álcool e cigarro, prejudicam o desenvolvimento do bebê e pode causar complicações. O ideal é evitar o consumo dessas substâncias, suspender o uso ao menos até o bebê chegar a fase de desmame.

Não tome medicamentos sem receita médica

Quase todos os medicamentos são compatíveis com a amamentação, no entanto, há remédios prejudiciais que podem impactar na saúde da mãe e do bebê de forma negativa. Portanto, não se automedique ou utilize quaisquer medicações sem prescrição médica.

Verifique a temperatura

Verificar a temperatura do bebê é muito importante, caso a mesma ultrapasse 37,5 °C e não sesse com a medicação prescrita, leve o seu pequeno até o posto de atendimento de saúde ou hospital mais próximo.

Essas são algumas das dicas de cuidados que se deve ter com um recém-nascido.