10 Dicas Para Ter Hábitos Alimentares Mais Saudáveis em 2020

Adotar bons hábitos alimentares parece uma tarefa difícil para muitos brasileiros. A rotina corrida, vivenciada por grande parte da população, muitas vezes é a causadora de uma alimentação rápida e sem os nutrientes necessários para o nosso corpo.

Porém, para quem busca uma vida mais saudável, é essencial que uma boa alimentação seja adotada, visto que o consumo excessivo de gordura, sódio e açúcares, são amplamente associados à doenças como câncer, obesidade, diabetes e problemas crônicos.

Pensando nisso, listamos 10 dicas de hábitos alimentares fáceis de serem introduzidos na rotina, para que você comece 2020 seguindo hábitos mais saudáveis.

10 dicas de hábitos alimentares saudáveis

1) Hidrate-se

Tome bastante água durante o dia, o ideal é que seja ingerido 2 litros e, que ela venha de bebedouros ou purificadores de água. Isso garante que nenhuma doença seja contraída por contaminação do líquido.

A água é essencial para o bom funcionamento do organismo, seja qual for a idade da pessoa. Ela é capaz de controlar o funcionamento de diversos organismos, como o intestino. Além de manter a boca sempre úmida e o corpo hidratado, funções essenciais principalmente no verão.

2) Fracione as refeições

Procure se alimentar cinco vezes ao dia, sendo elas três refeições principais (café da manhã, almoço e janta), e dois lanches saudáveis entre esses intervalos.

Fracionar as refeições evita que o estômago fique vazio por muito tempo, prevenindo que doenças como gastrite comecem a se desenvolver. Além disso, a quantidade das porções de comida vão ser menores, já que a fome não vai ser tão grande.

3) Escolha alimentos naturais

Ter uma alimentação rica em frutas, hortaliças e verduras são fundamentais para o bom funcionamento do intestino, e também, o reforço do sistema imunológico. Isso porque, elas são ricas em fibras, vitaminas e minerais.

4) Inclua cereais integrais nas refeições

Alimentos como arroz, macarrão, batata, mandioca e pães são ricos em carboidrato, tornando-se as mais importantes fontes de energia. Por isso devem estar presente na maioria das refeições como componentes principais.

5) Coma legumes e verduras diariamente

Quanto mais colorido o prato, maior a presença de nutrientes que o seu corpo vai ingerir. Por isso, é recomendado que pelo menos três porções de legumes e verduras sejam ingeridas diariamente, assim é possível diminuir o risco da manifestação de várias doenças.

Além disso, também é importante ingerir três porções de frutas em lanches e sobremesas.

6) Evite alimentos industrializados

Por mais que sejam bastante consumidos pelos brasileiros, refrigerantes, sucos, bolachas e doces industrializados possuem um altíssimo teor de  ingredientes que afetam a saúde. São eles açúcar, corantes e aromatizantes. Por isso, procure sempre priorizar alimentos naturais, que oferecem menores riscos à saúde.

7) Diminua a quantidade de sal

O consumo excessivo de sódio nos alimentos é o principal agente que aumenta os riscos de hipertensão arterial, gerando complicações nos rins e coração. Por isso, procure utilizar uma quantidade menor de sal ao temperá-los.

8) Evite ingerir gordura trans

Quando for fazer compras fique sempre atento aos rótulos dos mantimentos, principalmente os congelados, margarinas, os que são preparados no microondas e produtos de panificação. Todos eles costumam ter porcentagens elevadas de gordura trans em suas composições, por isso, escolha o com menor quantidade.

9) Consuma alimentos derivados

Inclua em seu cotidiano o consumo carnes magras, leite, peixe, ovos e seus derivados. Tais alimentos serão responsáveis por tornar suas refeições mais nutritivas, contribuindo na prevenção de doenças dos ossos, anemia e, também, um crescimento saudável.

Neste caso, tome cuidado com carnes gordurosas, queijos amarelos e embutidos, visto que não carregam os mesmos benefícios que os alimentos citados acima.

10) Mude seus hábitos

Praticar pelo menos 30 min de exercícios físicos diariamente já pode fazer bastante diferença para a saúde, além de evitar o consumo de cigarro e bebidas alcoólicas. Associado a boa alimentação, a atividade física auxilia na perda de peso, saúde mental e na qualidade de vida.